Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 16 de Dezembro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
As metáforas perfeitas
Data:16/02/2018 - Hora:08h16

Acredito na pasteurização do namoro e do prazer sexual transformado em produto de consumo, muito bem manipulado pelo marketing. Isso é sem dúvida um subproduto da revolução sexual dos anos 60.Ainda que ninguém mais leve a sério as idéias de Wilhelm Reich (ele acreditava, por exemplo, que a liberação sexual traria o socialismo), algo daquele discurso forjado na esteira do feminismo, da pílula anticoncepcional e na crença de que o homem é senhor do próprio destino permaneceu, apesar da AIDS e de algumas ofensivas conservadoras. Ao mesmo tempo, vivemos a fase dos sexólogos respondendo perguntas dos telespectadores em transmissão pela televisão, pela internet, em revistas e jornais.

Em jogo a orientação sexual do jovem com o respaldo da ciência, assegurando o crédito dos programas e colunas. Revistas femininas e masculinas, tanto em formato papel, em CD-ROM e em sites na internet, tornaram-se verdadeiras enciclopédias do sexo; abordando da anatomia as parafilias (cada um de um grupo de distúrbios psicossexuais em que o indivíduo sente necessidade imediata, repetida e imperiosa de ter atividades sexuais, em que se incluem, por vezes, fantasias com objeto não humano, auto-suprimento ou auto-humilhação, ou sofrimento ou humilhação, consentidos ou não, de parceiro. Deste grupo fazem parte o exibicionismo, o fetichismo, a frottage, a pedofilia, o masoquismo sexual, o sadismo sexual e o voyeurismo) que a maioria de nós desconhecia. Inexiste portal na Internet que não dedique gigabytes ao assunto.

O modelo site de comunidade e amizades, além dos programas de orientação sexual e namoro na TV, obviamente estão longe de propor a anulação dos tabus sexuais. O uso ritual da tecnologia serviria para desrecalcar a experiência da morte individual, pois “a internet seria um terreiro eletrônico”, diz Zé Celso Martinez. Todos são até bem-comportados demais para o meu gosto, o que o torna um pouco maçante e artificial. Mas eles  colocam-se como um jogo de “livres” escolhas que é a metáfora perfeita - a exemplo do cadastro de informações gerais sobre o usuário - de uma sexualidade alienante e alienada, que é mercadoria mas se pretende como intermediador ou praça virtual. ***___Rubens Shirassu Júnior, escritor e pedagogo de Presidente Prudente, São Paulo. Autor, entre outros, de Religar às Origens (1980-2010 – ensaios e artigos, 2011) e Sombras da Teia (contos, 2016)




fonte: Rubens Shirassu Júnior



AREEIRA anuncie JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
High Society
Para quem gosta de objetos de decoração e utilidades, daqueles do dia a dia, até os mais requintados, agora conta com a Casa Marquesa, especializada em presentes para as mais variadas ocasiões. A empresária Beatriz Tavares investiu num espaço requintado e aconchegante para oferecer o que tem de melhor, com  muito bom gosto. Vale conferir. Sucessos Bia. Cáceres agradece Felicitamos neste dia a linda morena Bárbara Victória Filiagi Assunção que celebra mais uma primavera e recebe o carinho especial das irmãs Kássia e Raquel, do pai do coração Gaúcho e rol de amigos. Sucessos, saúde, amor e alegrias nesse novo ano é o que a família do JCC deseja. Feliz Niver!!! Brindamos hoje mais um aniversário da finess Lucia Oliveira. Que Deus em sua infinita bondade lhe presenteie com um ano pleno de realizações e felicidades.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados