Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 18 de Julho de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI
Concel protocola ofício na Energisa cobrando qualidade no fornecimento de energia elétrica
Data:23/12/2017 - Hora:08h25

O Conselho de Consumidores de Energia Elétrica do Estado de Mato Grosso (Concel-MT) protocolou nesta sexta-feira (22/12), na Energisa, em Cuiabá, um documento oficial solicitando melhoria no atendimento ao consumidor, assim como na qualidade do fornecimento de energia elétrica, obedecendo as normas da Resolução Normativa nº 414/2010 que estabelecem as condições gerais de distribuição de energia. Cópias do documento também foram entregues para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos (Ager) e Ministério Público Estadual (MPE)

O assessor de Relações Institucionais da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e membro do Concel, Edvaldo Belisário, explicou que o Conselho recebe constantemente vários tipos de reclamações, dentre elas, as de maiores impactos, como a má qualidade da energia fornecida, a falta de atendimento adequado, má gestão de relacionamento com o consumidor e o descaso no atendimento de lideranças comunitárias.

Em janeiro de 2018 entra em vigor a tarifa branca, mas de acordo com Belisário o consumidor não tem informações sobre as vantagens oferecidas e o que muda na fatura com esse novo modelo de cobrança. “O que os consumidores querem é ser informados sobre o aumento na variação de consumo de energia, vantagens, o que é a fatura branca, o que muda e outros dados importantes. Essas e outras informações devem ser repassadas ao consumidor de uma forma simples e de fácil entendimento”, disse Belisário.

Produtores rurais de Mato Grosso, principalmente os da região Araguaia, estão sofrendo com as oscilações constantes de energia elétrica. Essa variação na distribuição da energia tem causado prejuízos financeiros e ainda inibe novos investimentos na região e no estado. “Recebemos constantemente demandas de produtores da região Araguaia, onde a distribuição ainda é precária dada a distância entre seus municípios”, contou Belisário.

A economia mato-grossense está concentrada na agropecuária e a atividade tende a crescer consideravelmente, necessitando, além de boa logística de transporte, um adequado fornecimento de energia elétrica.

Problemas também foram detectados na área rural de Campo Verde. As algodoeiras e indústrias de fiação têm sofrido significativamente com a má qualidade de energia e com isso o processo de produção fica prejudicado. Outra reclamação foi na demora no atendimento nas ocorrências rurais.

O representante do Concel entende que como os conjuntos elétricos não são mais separados em urbano e rural, a concessionária deixou de atender com eficiência os consumidores rurais. “Pedimos maior atenção a este setor que hoje detém modernas indústrias do agronegócio, requerendo um atendimento equivalente ao da área urbana pela sofisticação de seus equipamentos”, contou Belisário.

Outro ponto questionado no documento protocolado é a quantidade de fios e cabos ligados aos postes da rede de energia elétrica. O consumidor quer saber qual tipo de norma estabelece a liberação e instalação do excesso de cabos de internet, telefonia e televisão. “O consumidor quer saber quem autoriza tais empresas a instalarem seus cabos de forma totalmente descontrolada”, diz trecho do documento.

Na grande Cuiabá, por exemplo, em quase todos os bairros é possível observar fios expostos. O Concel afirma que o usuário não tem conhecimento se os fios estão ou não ligados à energia elétrica. “Além do péssimo visual causado, podemos citar a falta de segurança das pessoas e dos veículos que transitam nesses locais. Por descuido ou falta de informação podem sofrer algum tipo de acidente”, citou o representante do Concel.

 

 

 




fonte: Ascom Famato



anuncie aqui AREEIRA anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
High Society
Com eficiência ímpar, as funcionárias da Biblioteca Municipal de Cáceres, Carla Kruger e Divina Aparecida Santos Conchev, estão sempre buscando divulgar com dinâmica e eficiência aos frequentadores da casa de cultura da Rua Padre Casimiro, as atividades lúdicas do estabelecimento, voltado à salutar pratica da leitura e pesquisas.  Registramos marcando mais um golaço no placar da vida Wellyngton Maciel, que recebe os abraços calorosos da companheira Darlene, da mãe Isabel, do filhão Samuel e do rol de amigos.  Que essa data se reproduza por muitos anos, sendo festejada com saúde e felicidades são os nossos votos.  Ilustrando a página hoje, a simpática professora Elaine Glerian, do corpo docente da Escola Estadual Onze de Março, (antiga Ceom) na disciplina de química, articuladora do Projeto Parlamento Jovem no estabelecimento de ensino de Cáceres, que teve este ano um aluno selecionado.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados