Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 24 de Abril de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Presidente da AMM avalia que 2017 foi um ano difícil para os municípios
Data:23/12/2017 - Hora:08h19
Presidente da AMM avalia que 2017 foi um ano difícil para os municípios
Assessoria

 

         A crise econômica e o aumento da demanda por serviços públicos foram alguns dos principais fatores que dificultaram a administração dos municípios em 2017. A avaliação é do presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM, Neurilan Fraga, que reuniu a imprensa nesta sexta-feira (22) para um balanço das atividades desenvolvidas durante o ano.

         Fraga destacou que não houve queda significativa de receita, mas ocorreu crescimento de demanda pela ausência do Estado nos municípios. Ele ressaltou que quando o Governo Estadual não atende alta e medida complexidades, por exemplo, quem assume a atribuição são os municípios, que em muitos casos chegam a aplicar na saúde e na educação percentuais bem acima do que preceitua a Constituição.

         Além do aumento da demanda, as prefeituras ainda são penalizadas com os atrasos nos repasses. Somente na área da saúde, o governo estadual deve aos municípios R$ 131 milhões, sendo quase R$ 100 milhões relacionados a 2017. “Esperamos que com o pagamento do FEX  e da emenda da bancada federal, o Estado quite os débitos e atualize os repasses para a saúde, que tem que ser prioridade para qualquer gestor”, assinalou Fraga, destacando que os municípios ainda aguardam o repasse de R$ 20 milhões do Fundo Estadual de Transporte e Habitação – Fethab e R$ 5,6 milhões de recursos atrasados do transporte escolar.

         Apesar das dificuldades, o ano também foi de conquistas, que possibilitaram um fôlego para as finanças. A intensa mobilização nacional garantiu um reforço financeiro para os cofres municipais. Fraga ressaltou o pagamento de 1% do Fundo de Participação dos Municípios – FPM  em julho e dezembro, totalizando R$ 143 milhões às prefeituras, além do auxílio financeiro do governo federal, que vai assegurar o repasse de mais R$ 36 milhões aos municípios. Está também previsto o pagamento de R$ 124 milhões do FEX nos próximos dias. Além disso, a intensa mobilização este ano assegurou a redistribuição do Imposto Sobre Serviços – ISS, que deve garantir cerca de R$ 90 milhões aos municípios a partir de 2018.

         Durante o ano o presidente da AMM participou de reuniões com o presidente Michel Temer e ministros para tratar da liberação de recursos para os municípios, sendo que o pagamento do FEX foi uma das principais demandas. Fraga ressaltou o trabalho da bancada federal para a aprovação do projeto de lei que previa a liberação do FEX, com importante atuação dos deputados Victório Galli e Fábio Garcia, além dos três senadores. Ele frisou que  a participação do senador Wellington Fagundes foi decisiva, pois o parlamentar apresentou pedido de urgência com a assinatura de todos os líderes de bancada.

         Neurilan destacou a elaboração do projeto de lei que prevê mudança na Lei Kandir, visando a uma compensação mais justa para os municípios. O projeto prevê a destinação de R$ 9 bilhões aos municípios brasileiros, a partir de 2019. Destes, cerca de R$ 1,3 bilhão serão repassados ao estado de Mato Grosso, que é o líder da produção primária de soja, de carne, de algodão e deixa de arrecadar cerca de R$ 5 bilhões por ano por conta da lei. Fraga destacou que a compensação anual é menos de 10% do que os estados e municípios deixam de arrecadar.

         Com relação ao trabalho técnico da AMM, durante o ano as prefeituras também tiveram uma economia de cerca de R$ 50 milhões com a prestação de serviço da instituição em várias áreas, como Jornal Oficial, Central de Projetos, Coordenação Jurídica, Coordenação Institucional, Assessoria de Articulação e Apoio ao Desenvolvimento, Gerências Técnica, de Apoio aos Municípios e de Comunicação, entre outros.




fonte: Assessoria



AREEIRA anuncie aqui JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
High Society
Curtindo as belezas da cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra as amigas Marinalva Denipotte Manfrin e Fabíola Campos Lucas. Uma ótima estada no País vizinho. Votos de breve recuperação a amiga Suzy Kristina dos Santos, que sofreu uma torção no tornozelo e está de repouso impossibilitada de andar. Estamos na torcida pela seu reestabelecimento. Grande abraço. Nosso Destaque VIP para a competente equipe do Kaskata Flutuante que serve a melhor comida da cidade. Forte abraço a família Natal que está a frente de bem servir os cacerenses e visitantes. Pra hoje fica a dica de saborear aquele delicioso peixe a La Kaskata.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados