Diretora administrativa: Rosane Michels
Sábado, 21 de Abril de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Reverso da Luta
Data:09/12/2017 - Hora:08h23
Reverso da Luta

O Dia Internacional Contra a Corrupção foi instituído pela ONU com a assinatura da Convenção das Nações Unidas, no dia 9 de dezembro de 2003, 14 anos passados, portanto, com o objetivo de conscientizar sobre a corrupção a nível mundial e enaltecer o papel do combate à corrupção. Em nome deste combate se organizam workshops, reuniões, encontros, audiências públicas, seminários e os cambaus, tudo com chavões, jargões, palavras de efeito, dados e roubadas, uma miscelânea mais para parafernália dos infernos, salvo raras exceções. Não que a gente seja contra a guerra contra a corrupção, os corruptos e corruptores, longe disso, apenas vimos no dia a dia, uma falsa política geral neste contexto. Já dizia Rafael Franzini, que a corrupção é um crime que atinge a todos por representar o maior obstáculo ao desenvolvimento econômico e social no mundo, contribuindo para a instabilidade e a pobreza, desencorajando investidores, além de corromper as instituições democráticas e ameaçar o Estado de Direito. O grande problema no combate a corrupção no Brasil, é a judicialização da política e vice-versa e para dar efetividade à repressão, vem-se adotando afastar as garantias processuais, vistas como obstáculos à efetivação do 3º poder. Neste viés, incorporam uma postura que enxerga o investigado ou réu como inimigo, afastando-se, assim, da necessária isenção a que se vinculam como órgãos do Estado e integrantes do poder público, convertendo-se em ídolos nacionais e adentrando, cada dia mais, à esfera da política, interferindo em debates e buscas de soluções que seriam próprios dos representantes eleitos pelo povo. Entendemos corretíssima a referencia de Franzini a este respeito, pois acompanhamos desde 1964 os tais combates a corrupção, não sendo este Vírus maligno, privilégio de políticos atuais e seus conchavistas. A corrupção tem raízes embrionárias e está presente nas relações de poder que engendram o sistema político, sendo preciso percebê-la como rede que integra diversos agentes e interesses político-econômicos relacionados e divididos em distintos momentos e esferas de atuação, ultrapassando, inclusive, as fronteiras nacionais. Um dos chamarizes a fomentar a corrupção no mundo se chama petróleo, os grandes, criam títeres em países como Brasil, Venezuela, Oriente Médio, exumam-se casos, aliciam-se mídias, derrubam governos, atropelam-se leis, pouco importa. O que importa nesta falsa cruzada contra a corrupção sem transparência, é o capital, o vil metal, seja liquido ou sólido e que se dane a injustiça, a desigualdade, a falta de recursos essenciais em benefício da sociedade e a legitimidade democrática. No frigir da omeleta, operações excessivas, reais corruptos ficam a deriva e simples suspeitos e ou delatados sem provas vão pro cárcere, destoando o combate a corrupção, formulado pelo populismo, que pode representar um perigo para a cultura jurídica, que deve ficar atenta de maneira alarmante para proteger a própria jurisdição e a credibilidade do direito. Concluindo, combater a corrupção sim, sempre, mas respeitando os limites legais, morais e constitucionais, para Chico e Francisco e não de forma seletiva. Nesse passo, não só, não terá êxito em extirpar a corrupção, como pode levar a sociedade a um nível de autoritarismo intolerável, já que atos de abuso de autoridade com o intuito de legitimar os desvios de cumprimento da lei, não são sustentáculos do combate à corrupção.




fonte: Da Redação



JBA AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
High Society
Curtindo as belezas da cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra as amigas Marinalva Denipotte Manfrin e Fabíola Campos Lucas. Uma ótima estada no País vizinho. Votos de breve recuperação a amiga Suzy Kristina dos Santos, que sofreu uma torção no tornozelo e está de repouso impossibilitada de andar. Estamos na torcida pela seu reestabelecimento. Grande abraço. Nosso Destaque VIP para a competente equipe do Kaskata Flutuante que serve a melhor comida da cidade. Forte abraço a família Natal que está a frente de bem servir os cacerenses e visitantes. Pra hoje fica a dica de saborear aquele delicioso peixe a La Kaskata.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados