Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 24 de Abril de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Sai de Banda que a Fila Anda
Data:07/12/2017 - Hora:08h26
 Sai de Banda que a Fila Anda
Reprodução Web

Chegando final de ano, muita gente se preparando para viajar, afivelando as malas e de olho no bolso, afinal, apesar da falaciosa inflação de 2,7% vertida pelo governo, o bereré anda curto pacas e quem não é político com mandato que viaja bancado pelo povo, precisa enfiar a mão no buraco do pano, no banco auxiliar e morrer no preço da passagem. Pra quem não sabe, banco auxiliar é aquela economia escondida na gaveta pra molecada não gastar em Lan-House ou a patroa jogar no bingo, que o compadre se socorre numa hora destas. Exceções a parte, os entas, aqueles com mais de 60 anos, com renda individual igual ou menor que dois salários mínimos, que é a grande maioria, têm direito de viajar de graça. Mas atenção Seu João, embora parte integrante do Estatuto do Idoso, de estar regulamentada desde 2006, as passagens gratuitas tem algumas restrições: luxo de pobre em busão de graça, (que a gente pagou em impostos durante o ano) só em lata velha, aqueles fedorentos convencionais, muitos sem ar condicionado, poltronas rasga roupa, linha única semanal, água Santa Pia e dois assentos por viagem. Ah, e quem ganhar mais de dois míseros salários mínimos/mês, tá fora da esmola que os políticos deixaram pro povão. E atenção: fica de orelha em pé queném coelho da páscoa, que é mais fácil fazer a quina na megasena do que conseguir uma vaga no busão dos excluídos e aí, não adianta lesco-lesco, paga 50% do valor da passagem, só duas vagas também. Aqui em Mato Grosso, dizem, a lei n. 10.526/2017 retirou o dispositivo § 2º do art. 3º da lei nº 8.823, que exigia a antecedência mínima de três horas em relação ao horário da partida, o que impedia os idosos de obter passagens em diversas circunstâncias. Mas tente argumentar que é seu direito a qualquer momento anterior ao horário do busão, solicitar a gratuidade, que os pau mandados do figurão da empresa, tem decorado na ponta da língua, que não há mais vagas. E procurar a ANTT prá exigir explicações é outra via sacra, comprovando que pobre e velho neste país só serve mesmo pra pagar impostos, os bilhões anuais que bancam nossos empregados, os deputados e senadores lá em Brasília, senão vejamos: Em Mato Grosso, só pra exemplificar, os senadores e deputados federais gastaram R$ 618,7 mil da cota parlamentar somente com passagens aéreas entre os meses de janeiro e agosto de 2017. O campeão geral de gastos com viagens foi o deputado Nilson Leitão, com um total de R$ 115,3 mil. Entre os senadores o campeão em passagens foi José Medeiros, com gastos na ordem de R$ 58,5 mil. Ainda entre os senadores Wellington Fagundes gastou R$52,6 mil e Cidinho Santos, com R$ 26,7 mil; Fábio Garcia R$ 76,6 mil e Victório Galli, R$ 53,3 mil., Carlos Bezerra, gastou R$ 51,1 mil, Ságuas Moraes, R$ 48,2 mil, Ezequiel Fonseca gastou R$ 46 mil e Valtenir Pereira, R$ 44,4 mil. O suplente do deputado, Rogério Silva, gastou R$ 8,6 mil e Adilton Sachetti gastou R$ 37 mil. Tudo grana do povo, nossa, da dona de casa, do aposentado, já que a gente paga 35% de impostos sobre tudo e tem o mínimo de retorno dos perdulários políticos. E toca a fila, que lá em cima tem gente de avião, gastando nossa grana, mas 2018 tá apitando na curva e vai ter eleição e o Congresso Nacional só tem 5% se aprovação conforme pesquisa Data-Folha divulgada ontem.   




fonte: Da Redação



anuncie aqui anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
High Society
Curtindo as belezas da cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra as amigas Marinalva Denipotte Manfrin e Fabíola Campos Lucas. Uma ótima estada no País vizinho. Votos de breve recuperação a amiga Suzy Kristina dos Santos, que sofreu uma torção no tornozelo e está de repouso impossibilitada de andar. Estamos na torcida pela seu reestabelecimento. Grande abraço. Nosso Destaque VIP para a competente equipe do Kaskata Flutuante que serve a melhor comida da cidade. Forte abraço a família Natal que está a frente de bem servir os cacerenses e visitantes. Pra hoje fica a dica de saborear aquele delicioso peixe a La Kaskata.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados