Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 18 de Julho de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Audiência no Senado debate desenvolvimento do Pantanal
Data:02/12/2017 - Hora:09h13
Audiência no Senado debate desenvolvimento do Pantanal
Arquivo

A Comissão de Meio Ambiente do Senado Federal realizou audiência pública esta semana para debater as políticas públicas desenvolvidas para o bioma Pantanal, em especial a efetividade da conciliação entre preservação ambiental e desenvolvimento sustentável nessa região. O chefe-geral da Embrapa Pantanal, Jorge Lara, representou a empresa na audiência, que foi presidida pelo senador Wellington Fagundes, e que contou com a participação de vários especialistas.

O chefe-geral defendeu a necessidade de envolver toda a sociedade nos debates sobre o bioma. “Nós temos a obrigação de federalizar essa discussão. É o passo mais importante para que a sociedade brasileira como um todo entenda o que é o Pantanal e possa contribuir para o seu desenvolvimento”, afirmou. Para ele, as soluções para o desenvolvimento sustentável da região passam pelo consenso entre as partes envolvidas nesse processo.

Não será possível conservar o Pantanal, onde 95% do território é composto por propriedades particulares, sem que haja retorno econômico para os donos de terra, que dependem dela para o sustento de suas famílias, acredita Jorge Lara. “No Brasil apenas 3% da renda bruta do produtor rural vem de incentivos, sejam fiscais ou incentivo financeiro direto. É um percentual bem abaixo da média mundial”, esclareceu.

O pantanal historicamente é dedicado à pecuária de corte. “É uma pecuária extensiva feita muitas vezes em pastagens nativas e considerada sustentável”, explicou Lara, afirmando que, no entanto, existem outras atividades econômicas importantes no bioma, como a pesca e o turismo. Ele lembrou ainda da apicultura, cuja cadeia, segundo ele, ainda não está organizada.

Jorge Lara elencou quatro pontos a serem levados em consideração para a produção sustentável no Pantanal. O primeiro é investir em inteligência territorial.

O segundo ponto é a comunicação. Ele propôs a elaboração de planos regional, nacional e mundial para divulgação do Pantanal. “Fazer o pantanal ser o xodó do Brasil é para mim uma grande saída”, disse, esclarecendo que é preciso dar informações às pessoas para que elas possam tomar decisões em apoio ao bioma.

O turismo foi elencado como o terceiro importante ponto. “O Pantanal tem enorme potencial turístico e poderia ser um dos destinos turísticos do país mais visitados, porque ele está 85% preservado”, afirmou. Ele disse que além do ecoturismo, existem outras possibilidades a serem exploradas como o agroturismo e o turismo científico, além da história e da cultura local.

Após o debate, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, aprovou o projeto de lei do Senado PL nº 750, de 2011, de autoria do Senador Blairo Maggi, que dispõe sobre a Política de Gestão e Proteção do Bioma Pantanal. O projeto de lei segue para a Comissão de Meio Ambiente, em caráter terminativo, ou seja, não irá para votação em plenário.




fonte: Senado com Redação



anuncie aqui AREEIRA JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Nossas felicitações ao educador físico Stevan S. Peres que nesta data comemora mais um ano de existência  e recebe o carinho especial dos familiares e amigos.  Feliz Aniversário com votos de felicidades, realizações, saúde e prosperidades. Que Deus em sua infinita bondade lhe reserve muitos anos de vida. Parabéns!!! Embelezando nossa High Society nesta quarta-feira, Danyelli Aniceto Silva a quem desejamos felicidades pela passagem de mais uma primavera. Felicidades hoje e sempre. Votos de breve recuperação a Erni Pinheiro Saravy, ele que no fim de semana  passou por procedimento cirúrgico. Estimamos sua melhora.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados