Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 18 de Julho de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Designer reconstrói crânio de índio que viveu no século XI em Cáceres
Data:01/12/2017 - Hora:08h48
Designer reconstrói crânio de índio que viveu no século XI em Cáceres
Facebook

O crânio de um índio da etnia Xarayes, que teria vivido na região da Fazenda Descalvados, em Cáceres, há mil anos, durante o século 10, foi reconstruído digitalmente pelo designer Cícero Moraes, em parceria com pesquisadores da Unemat. Cícero demorou cerca de duas semanas para concluir o trabalho, que foi mostrado durante o evento “Escola Regional de Informática Mato Grosso anteontem, 29.

Uma versão do rosto será impressa em 3D, pintada pela artista plástica Mari Bueno e exposta ao público a partir do ano que vem. Através da computação gráfica e cálculos precisos, Cícero consegue descobrir, por exemplo, a distância entre o nariz e a boca. Ele comparou o trabalho dele ao de um pedreiro que precisa preparar o solo e calcular quantos pisos serão necessários para cobrir uma área determinada.

Como o crânio foi encontrado sem a parte da mandíbula do índio, Cícero precisou reconstruí-la digitalmente, a partir de proporções e cálculos, explicando que durante uma reconstrução forense de crime, a face é feita apenas na cor cinza, porque é preciso ter acesso ao DNA da pessoa para determinar detalhes como cor da pele e cabelo.

Ele estuda a técnica de reconstrução forense desde 2011 e já participou de projetos em países, como México, Peru e França. “Reconstruí o rosto de São Valentin, em junho, de uma líder da elite peruana e uma vítima do vulcão Vesúvio. No Brasil, reconstruí o rosto de um indígena de dois mil anos e de dois homens de Lagoa Santa, em Minas Gerais”, contou.

O crânio original ficará guardado em um ambiente onde não será afetado por mudanças climáticas e a réplica feita por Cícero será exposta. O arqueólogo Luciano Pereira, explicou que o local onde o crânio foi encontrado era um cemitério indígena. O objeto foi encontrado junto a peças de cerâmica, em novembro de 2011, no Sítio Arqueológico Índio Grande, a 150 km de Cáceres.




fonte: Assessoria



anuncie anuncie aqui AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
Nossas felicitações ao educador físico Stevan S. Peres que nesta data comemora mais um ano de existência  e recebe o carinho especial dos familiares e amigos.  Feliz Aniversário com votos de felicidades, realizações, saúde e prosperidades. Que Deus em sua infinita bondade lhe reserve muitos anos de vida. Parabéns!!! Embelezando nossa High Society nesta quarta-feira, Danyelli Aniceto Silva a quem desejamos felicidades pela passagem de mais uma primavera. Felicidades hoje e sempre. Votos de breve recuperação a Erni Pinheiro Saravy, ele que no fim de semana  passou por procedimento cirúrgico. Estimamos sua melhora.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados