Diretora administrativa: Rosane Michels
Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Começando em Casa
Data:22/11/2017 - Hora:08h07

Hoje vou tentar dissertar sobre economia, nada estranho para uma geógrafa abordar este tema, mesmo porque no curso onde me graduei, dentre outros setores afins, estudamos a geografia econômica, ramo do conhecimento responsável por compreender a lógica da produção e distribuição das atividades econômicas. Vimos que o espaço geográfico, tanto no meio urbano quanto no meio rural é essencialmente construído pelas práticas humanas e quase sempre, o estabelecimento dessas práticas está, relacionado à manifestação de condutas no meio financeiro e tecnológico que irão sustentar ações de impacto. Mas, hoje quero destacar outro tipo de economia, cujo vocábulo etimologicamente, vem do grego oikos, (casa) e nomos (norma da lei). Seria a administração da casa, que pode ser generalizada com administração pública, uma ciência que estuda como o indivíduo e a sociedade decidem utilizar recursos produtivos escassos, na produção de bens e serviços, de modo distribuí-los entre varias pessoas e grupos da sociedade, com a finalidade de satisfazer as necessidades humanas. Portanto, a economia é uma ciência social, que objetiva atender às necessidades humanas e neste aspecto, nada mais importante, que a economia doméstica. Como executiva, (diretora do jornal), domestica (do lar) esposa e mãe, além das teorias de faculdade, tenho a pratica econômica da vivencia. Sabido que a economia surgiu como conseqüência da Revolução Industrial onde a sociedade começava a se organizar para obter um aumento em qualidade de vida. Claro, que do inicio do século XVIII a primeira década do século XXI, os tempos mudaram, e como, veja que hoje, as pessoas se preocupam em como economizar no supermercado, na energia elétrica, etc., mas, quais são as dicas essenciais para o equilíbrio do orçamento familiar? Indiscutível, que os maiores gastos estão no uso da energia elétrica, despesas de supermercado, empregada doméstica e na conta de água, por isso, é fundamental uma economia nestes itens que pesam mais no orçamento. Assim, antes de ir ao supermercado, organize o cardápio semanal da família, (evita o gasto com voltas e o combustível), faça a lista de compras, deixe as crianças em casa e, vá às compras, sem fome. No tocante a energia elétrica, eduque os filhos a manter as luzes apagadas quando os cômodos estiverem vazios; mantenha os aparelhos eletrônicos que estão sem uso, desligados e isso já é uma boa economia. Faça o mesmo como uso da água, pois cada vez mais a nossa geração, e as futuras, terão uma preocupação maior com o uso deste bem; substitua a empregada domestica pelos serviços da faxineira em 1 ou 2 vezes por semana, estimulando também, que todos da família ajudem na tarefa da limpeza e comida nos demais dias da semana. Não deixa de ser uma boa forma de interagir os filhos em família e com certeza, apesar de estranhar no começo, com o tempo eles vão compreender que a casa é deles, e, portanto, além de direitos, devem ter obrigações. Assim, listadas as suas despesas mensais, o segundo passo é identificar quais delas são os principais vilões do seu orçamento e o terceiro, criar metas de redução dali para frente. ***___Rosane Michelis – Jornalista, graduada em Geografia e Pós em Turismo.




fonte: Rosane Michelis



JBA anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
Endereçamos votos de felicidades a querida Maria Luzia que trocou de idade recebendo o carinho e abraços dos amigos e familiares. Que Papai do Céu lhe cubra com o manto da  saúde e amor. Está acontecendo no estacionamento do Juba Supermercados, sito a Rua Padre Cassemiro, a Feira do Livro Espírita realizada pelo Grupo Espírita Bezerra de Menezes. A feira que teve início ontem reúne inúmeras obras dos mais renomados autores espíritas. O evento  segue até sábado das 9h às 21h. Vale conferir. Flores multicoloridas a nossa querida assinante Alzira Lindote, Dona Giroca, que acompanha todas as manhãs nosso matutino. Obrigada pela leitura e por todos esses anos prestigiando o nosso jornal.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados