Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Navegando na Zona
Data:17/11/2017 - Hora:08h00

Navegar é preciso, viver,  é preciso, escusem-nos, temos tanatofobia, medo de morrer, apesar de que esta é a única certeza de todos nós, dia mais, dia menos, a mardita chega e vapt-vupt, era uma vez, certeza contrária, é viver pra registrar a inauguração oficial da zona; não a das casas das primas, de luz vermelha na área, mas a polemica ZPE, égua, que a novela vai longe. Pois é, faz seis meses que o tal Dom Pedrito Taques esteve aqui na city, lançando a pedra fundamental da tal, papo de uréia da Bolívia; a manjada pavimentação e o fornecimento de gás para o sucesso da ZPE; a escolha de Cáceres para a construção da zona aduaneira estratégica para o transporte dos produtos via Oceano Pacífico; as favas a crise, investimento inicial de R$ 16 milhões na ZPE e o término das obras previsto para ocorrer num prazo de 12 meses, na área de 239,68 hectares divididos em cinco módulos, coisa linda, sem moço! E com secretárias com roupas de missa, mocinhos com crachá na lapela, banda de musica, politicagens as pampas, deputado dizendo que a Zona, claro, a de Processamento de Exportação é a redenção econômica para o município de Cáceres, e pá e bola. E a imprensa coitada, anotando pela milésima vez o rol do rolo, que a ZPE, terá capacidade de abrigar 230 indústrias; com prédio administrativo, restaurante, (da Filó?) bloco da Receita Federal, pátio de manobra, guarita principal de pedestres e de veículos, galpão, Ah, que delicia, primeiro mundo, Seu Raimundo; E as instalações, gente do Céu, construção da rede de água, estação de Tratamento de Esgoto, drenagem, estações elétricas, obra de ganhar 10 eleições e sem exagero, convenhamos, no papel já ganhou meia dúzia delas. Pois bem, amigos, lá se vão 30 anos que abnegados cidadãos de Cáceres, incluindo-se aí a saudosa Orfélia Michelis na comitiva pró ZPE, integrada por associados fundadores, estiveram com o então presidente Sarney em 1988, conquistando a criação da tal ZPE por decreto. Depois, Collor mandou parar; Itamar Franco conseguiu reativar; FHC e o então ministro José Serra desmobilizaram o programa; No segundo mandato de Lula, o trem começou a deslanchar em 2007 quando o Congresso mudou a lei, que foi sancionada, exigindo atualização. Em 2008, uma medida provisória preencheu algumas lacunas, mas faltavam os cargos do conselho nacional responsável pela aprovação dos projetos, e então, somente em 2009 uma lei foi aprovada montando essa estrutura. Em 2 de março de 2010, reunião ocorrida entre o grupo de empresários, investidores e autoridades de Cáceres e o presidente da Fiemt, deu o pontapé (chute) inicial para uma articulação mais incisiva em prol da implantação da ZPE. Em 17 de novembro de 2011: Atenção: Agora vai,.. ou não vai? A ZPE de Cáceres já está em processo adiantado de obras de terraplenagem, cercamento da área, processo de licenciamento ambiental e consolidação jurídica; Em 22 de Fevereiro de 2012, o presidente da Associação Brasileira de Zonas de Processamento de Exportação, o presidente da Administradora da ZPE e membros da diretoria, protocolaram na Receita Federal o pedido de alfandegamento para análise e aprovação, estando então pronta para ser implantada; em 16 de janeiro de 2013, a implantação da ZPE de Cáceres, já é realidade, Oh, Realidade! Tão realista que 4 anos depois, vem o governador falar em ZPE, de novo? Ah, não, espera as convenções eleitorais de 2018, quiçá, compense, o Vale a Pena Ver de Novo, Plin-plin?




fonte: Da Redação



JBA AREEIRA anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
Endereçamos votos de felicidades a querida Maria Luzia que trocou de idade recebendo o carinho e abraços dos amigos e familiares. Que Papai do Céu lhe cubra com o manto da  saúde e amor. Está acontecendo no estacionamento do Juba Supermercados, sito a Rua Padre Cassemiro, a Feira do Livro Espírita realizada pelo Grupo Espírita Bezerra de Menezes. A feira que teve início ontem reúne inúmeras obras dos mais renomados autores espíritas. O evento  segue até sábado das 9h às 21h. Vale conferir. Flores multicoloridas a nossa querida assinante Alzira Lindote, Dona Giroca, que acompanha todas as manhãs nosso matutino. Obrigada pela leitura e por todos esses anos prestigiando o nosso jornal.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados