Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
MPE e parceiros investigam a contaminação da Peraputanga
Data:19/10/2017 - Hora:08h58
MPE e parceiros investigam a contaminação da Peraputanga
Divulgação

Um dos fatores que levou a Promotoria a investigar melhor a origem da contaminação da água foi o fato do antigo lixão instalado próximo a Peraputanga

A Promotoria de Justiça Especializada da Bacia Hidrográfica do Alto Paraguai da Comarca de Cáceres, em parceria com o Juizado Volante Ambiental (Juvam), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e Sema, iniciou um trabalho de coleta para descobrir qual a causa da contaminação do córrego (cachoeira) Peraputanga, um dos mais visitados pela população de Cáceres. A decisão acontece após boletim de balneabilidade divulgado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) informando que referido córrego, está com a água imprópria para o banho.

Conforme a promotora de Justiça Liane Amélia Chaves, o resultado do boletim gerou grande preocupação, tendo em vista que existem vários balneários instalados no entorno do referido córrego. Outro fator que levou a Promotoria a investigar melhor a origem da contaminação da água foi o fato do antigo lixão da cidade estar instalado próximo a cachoeira do Córrego Peraputanga, ponto visitado com maior freqüência pelos moradores.

Diante dos fatos, a Promotoria de Justiça e parceiros demarcaram sete pontos estratégicos para coleta de água, para que posteriormente fosse analisada pela Sema, com o objetivo de desvendar a verdadeira origem de sua contaminação e adotar as medidas pertinentes a cada uma.

O trabalho foi realizado por etapas, sendo que a primeira delas aconteceu no dia 24/02/2017. Uma equipe do MPE, Unemat e Juvam foi a campo para fazer a verificação dos pontos de coleta, com obtenção de fotos e coordenadas geográficas dos locais visitados.

A partir daí, a Promotoria, junto com os parceiros, realizou outra coleta, nos dias 18 e 19 de abril de 2017, nos sete pontos demarcados, com o objetivo de saber o que está provocando a contaminação do córrego. Após a realização da análise do material, foram obtidos valores representativos de coliformes totais e Escherichia Coli, mostrando que o local não poderia ser usado pela população para o banho.

A terceira etapa foi realizada nos dias 9, 10 e 11 de outubro de 2017 e consistiu na coleta do material no período da seca, sendo este enviado para Cuiabá para análise laboratorial. “Com a realização das últimas análises dos materiais coletados a pesquisa se dará por conclusa. O objetivo é saber o que está provocando a contaminação para que assim possamos ter uma atuação mais eficaz e precisa, com o fim de sanar as irregularidades que causaram a contaminação da bacia”, destacou a promotora de Justiça.




fonte: Assessoria



anuncie JBA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
 Trabalhando na nova coleção para exposição 2018 na Austrália, o artista plástico Sebastião Mendes. A exposição acontecerá em Sidney com a curadoria da marchand Sandra Setti. Talento sabemos que tem de sobra, só nos resta desejar muito mais sucessos.    O click de hoje vai para a gatinha Eloah Valentina, que encanta com seu jeitinho sapeca de ser. Beijinhos!!! Em festa ontem Joaquim Sodré marcou mais um golaço no placar da vida e recebeu o carinho especial dos amigos e familiares. Que Deus lhe conceda um ano de realizações e muita saúde.  Parabéns pra você!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados