Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Alimentação: Direito?
Data:17/10/2017 - Hora:09h17

O Dia Mundial da Alimentação, comemorado ontem, 16 de outubro, foi criado com o intuito de desenvolver uma reflexão a respeito do quadro atual da alimentação mundial e principalmente sobre a fome no planeta. A data foi escolhida para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) em 1945. Esta data traz temas que nos fazem pensar a respeito da população carente, sua segurança alimentar e nutrição. Entende-se por segurança alimentar uma alimentação saudável, acessível, de qualidade, em quantidade suficiente e de modo permanente. Essa realidade, infelizmente, não é vivida por uma grande parte da população brasileira e mundial.

A cada ano um tema é escolhido, e a partir dele, diversas atividades artísticas, esportivas e acadêmicas vão sendo realizadas ao redor do mundo. Alguns temas já abordados no dia Mundial da Alimentação merecem destaque, como: Pobreza rural (1985); Alimentação e meio ambiente (1989); A luta contra a fome e a desnutrição (1996); Lutar contra a fome para reduzir a pobreza (2001); Preço dos Alimentos – da Crise à Estabilidade (2007); Sistemas Alimentares Saudáveis (2013); Proteção Social e Agricultura: quebrando o ciclo da pobreza rural (2015). O Dia Mundial da Alimentação deveria servir para que refletíssemos, que enquanto muitos de nós ficamos divididos ao escolher em qual fast food vamos comer, muitas pessoas não têm acesso a nenhum tipo de alimento. Você sabia, por exemplo, que mais de 800 milhões de pessoas vivem em uma situação denominada insegurança alimentar? Isso quer dizer que mais de 800 milhões de pessoas não possuem uma alimentação saudável, de qualidade ou em quantidade suficiente para suprir suas necessidades. No Brasil, uma alimentação de qualidade é um direito de todos, sendo assegurada por lei. Segundo a lei nº 11.346, de 15 de setembro de 2006, art. 2º, a alimentação adequada é direito fundamental do ser humano; inerente à dignidade da pessoa humana e indispensável à realização dos direitos consagrados na Constituição Federal, devendo o poder público adotar as políticas e ações que se façam necessárias para promover e garantir a segurança alimentar e nutricional da população. Como outros direitos constitucionais, este é mais um suprimido dos cidadãos, pela política anti-social do Brasil. ***___Vanessa Sardinha dos Santos




fonte: Vanessa Sardinha dos Santos



JBA anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Nosso destaque ao mais novo estagiário do Escritório de Advocacia  Simões Santos & Nascimento, Victor Luiz Martins de Almeida que passa a integrar essa competente equipe. Que essa etapa seja plena de sucessos. Destaque VIP de hoje para o empresário Amarildo Merotti, que ao lado do filho André estão participando da aventura offroads Transamazônica 2018. Como André postou em sua rede social, a realização de um sonho com a melhor companhia. Grande abraço e que Deus conserve essa união entre vocês. Com ligeiro atraso, mas em tempo felicitamos o competente Claudionor Duarte Correa pela passagem do seu aniversário, transcorrido no domingo. Que Deus lhe conceda muitas conquistas e que seus sonhos se concretizem.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados