Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 16 de Dezembro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Educa$$ão no Patropi
Data:17/10/2017 - Hora:09h12
Educa$$ão no Patropi
Reprodução Web

A gente ia falar sobre o Professor, cuja data, registra no calendário o dia 15 de outubro (domingo último), mas optamos pela educação, cuja falência tem tornado o mestre, uma espécie em extinção. Vamos lá: 

Pode até não parecer para muitos, mas o processo de erradicação completa do analfabetismo é uma condição sine qua non para o desenvolvimento material de um país. Esse fato explica por que não existe, dentro do seleto grupo de países desenvolvidos, nação alguma que tenha alcançado a prosperidade econômica, política e social sem que tenha resolvido, a priori, a superação do problema do analfabetismo. Essa tese explica também por que o Brasil, em pleno século 21, ainda não conseguiu se inserir entre as potências globais, limitando-se ao vôo de galinha dentro do que é chamado países em desenvolvimento. Temos sistematicamente desperdiçado o bem mais precioso para os seres humanos, que é o tempo, prejudicando o acesso de muitas gerações a educação de qualidade. A verdade é que nunca faltou dinheiro para o Brasil investir em educação. O que falta mesmo é vontade política, e aí vem aquele político cara de pau e diz que tudo se resolve com o FIES, Égua, que propaganda mais abusiva e quem já teve filho no FIES, sabe bem o que a gente tá falando aqui, empréstimo sim, e como empréstimo, nada de graça coisa nenhuma. Trocando em miúdos, é um empréstimo e banco não dá pão a defunto, cobra com juros e correção tudo que se refere a esta falsa benesse do governo. Mesmo com uma taxa dita baixa, o estudante que pede o FIES precisa estar ciente de que vai pagar de volta um valor maior do que pediu emprestado para financiar a faculdade. Outra falácia, a de que o estudante só começa a quitar a dívida do financiamento depois da formatura, ledo engano, só se for a principal, pois os juros precisam ser pagos trimestralmente e o percentual além juro, sempre fica uma quirera, é embutida na divida ao final, então, amigos, sem essa de FIES bonzinho, tente entrar nele, se você tiver um bom avalista, caso contrário, babau. Veja a contradição, os juros do FIES são de 6,5% ao ano, a dívida do financiamento leva em conta a inflação do período, o aluno e ou responsável paga o juro trimestralmente antes de se formar e o governo fala em inflação abaixo de 5% ao ano, então algo está errado nesta conta. São números que eles, os poderosos fala - mansa, mãos leves, não explicam, pois a política neoliberal tupiniquim, prioriza manter a população na escuridão da ignorância, criando a falsa necessidade de luminares e salvadores da pátria, pretensos portadores da lanterna de Diógenes, mas que são, de fato, postes sem vida e luz própria. Não por acaso, o Relatório de Monitoramento Global da Educação 2016, divulgado agora pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), mostra a vergonhosa posição patropi, com 13 milhões de jovens com 15 anos ou mais que não sabem ler, nem escrever, uma oitava posição, entre as nações do mundo com maior número de adultos analfabetos. Também não por acaso, temos um Ministro da Educação, herdeiro de agroindústrias, filho de político e produtor rural José Mendonça Bezerra, que com certeza nunca precisou de uma escola pública para chegar à cursar Administração de Empresas pela Universidade de Pernambuco e Gestão Pública na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A gente tá mesmo na roça, compadre e o Tiririca que nos escuse, pior do que está, fica sim.




fonte: Da Redação



AREEIRA anuncie aqui anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
High Society
Para quem gosta de objetos de decoração e utilidades, daqueles do dia a dia, até os mais requintados, agora conta com a Casa Marquesa, especializada em presentes para as mais variadas ocasiões. A empresária Beatriz Tavares investiu num espaço requintado e aconchegante para oferecer o que tem de melhor, com  muito bom gosto. Vale conferir. Sucessos Bia. Cáceres agradece Felicitamos neste dia a linda morena Bárbara Victória Filiagi Assunção que celebra mais uma primavera e recebe o carinho especial das irmãs Kássia e Raquel, do pai do coração Gaúcho e rol de amigos. Sucessos, saúde, amor e alegrias nesse novo ano é o que a família do JCC deseja. Feliz Niver!!! Brindamos hoje mais um aniversário da finess Lucia Oliveira. Que Deus em sua infinita bondade lhe presenteie com um ano pleno de realizações e felicidades.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados