Diretora administrativa: Rosane Michels
Sábado, 17 de Novembro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI novo
Dia das Crianças
Data:11/10/2017 - Hora:08h03

Amanhã, 12 de outubro, é comemorado no Brasil o Dia da Criança, data que existe desde o ano de 1924, aliás, o Brasil foi um dos primeiros países a ter uma data especialmente dedicada às crianças, antes de a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), a estabelecer um Dia Internacional para o mesmo tema em 1959. Para entender a história da instituição desse dia no Brasil e a sua popularização, faz-se necessário compreender um pouco do que se entende por infância no mundo ocidental. Muitos especialistas em história da infância, como o historiador francês Philippe Ariès, asseguram que o conceito de infância, ou criança, tal como o concebemos hoje, foi socialmente construído a partir do século XVIII. Naquele século, as primeiras teses acerca da pedagogia moderna – como as de Jean-Jacques Rousseau, elaboradas em sua obra Emílio, ou Da Educação – começaram a pensar a criança de acordo com as singularidades físicas, cognitivas e sociais que ela apresenta. Nesse sentido, pautas como o desenvolvimento da estrutura corporal e do aprendizado escolar de acordo com a idade começaram a entrar nas discussões políticas, sobretudo após a Revolução Francesa.

As legislações dos Estados Nacionais do século XIX, aparadas nas idéias liberais herdadas do Iluminismo e da Revolução Francesa, solidificaram essa nova concepção de infância. Os cuidados com a criança passaram a ser função não apenas de seu núcleo familiar, mas também do Estado. A cidade do Rio de Janeiro (então capital do Brasil), em 1923, sediou o 3º Congresso Sul-Americano da Criança. Nessa época, o país era governado por Arthur Bernardes. Um dos deputados federais da época, chamado de Galdino do Valle Filho, valendo-se da atmosfera reflexiva que o congresso deixara na capital, elaborou, no ano seguinte (1924), um projeto que objetivava a criação de um dia nacional dedicado à criança. Sua proposta era a de que esse dia fosse 12 de outubro. O projeto de Galdino foi aprovado, e o presidente Arthur Bernardes oficializou o Dia da Criança por meio do Decreto n. 4867, de 05 de novembro de 1924. Entretanto, a data não suscitou de imediato a aclamação popular. Seriam necessários cerca de 30 anos para que o Dia das Crianças entrasse no “gosto do povo” no Brasil. Isso aconteceu a partir de 1955, quando a marca Estrela, de fabricação de brinquedos, deu início a uma campanha nacional para a venda de seus produtos intitulada “Semana do Bebê Robusto”. A campanha consistia em valer-se do Dia da Criança como mote de vendas. Dez anos depois, em 1965, foi a vez da empresa Johnson & Johnson dedicar-se ao mesmo tipo de projeto, com a campanha “Bebê Johnson 65”. A partir de então, o Dia da Criança, que havia sido criado em 1924, passou a ser disseminado em todo o território do país. ***___Cláudio Fernandes




fonte: Cláudio Fernandes



anuncie AREEIRA JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
High Society
Abrindo nossa High Society neste dia a linda Fernanda Emilie Ferreira Lima que completa mais um ano de vida recebendo o carinho especial dos familiares, amigos e do namorado Aderbal Michelis. Desejamos que essa nova fase venha com a felicidade que você merece, para que continue contagiando a todos com seu bom humor. Que esse seja só mais um de bons anos que virão. Feliz aniversário!   Sempre atento as notícias mais mais da Princesinha,  Francisco Vieira ao lado da competente equipe do grupo Park dos Ipês,  que acompanham todas as manhãs nosso trabalho. Agradecemos a preferência e desejamos uma ótima quarta-feira.   Registramos trocando de idade amanhã o economista Wilson Carlos Fua a quem enviamos os mais sinceros votos de felicidades e muitos anos de vida. Na foto com a esposa Maria da Conceição (Lola).
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados