Diretora administrativa: Rosane Michels
Sábado, 18 de Novembro de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Os males do Tabagismo
Data:29/08/2017 - Hora:07h13

Neste dia 29 de agosto, é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo, data que nos leva a refletir a respeito dos riscos do tabagismo para a sociedade como um todo. Espera-se nesse dia conscientizar sobre os riscos causados pelo fumo e explicar à população que é possível, sim, largar esse vício. Sabe-se que aproximadamente 200 mil pessoas morrem no Brasil anualmente em decorrência de doenças provocadas pelo tabagismo. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o tabaco mata mais que doenças como malária, AIDS e tuberculose juntas. O que mais preocupa é que, na maioria dos casos, o fumante conhece os malefícios, mas não possui a intenção de parar o uso.

O fumo causa muitos danos à saúde humana, principalmente no que diz respeito ao sistema respiratório. Ao utilizar cigarro, charuto, cachimbo e outros derivados do tabaco, estamos colocando no nosso organismo mais de 4.000 substâncias tóxicas, incluindo nicotina, monóxido de carbono e alcatrão. A nicotina é a substância que causa dependência química. Ela causa sensações agradáveis no corpo, o que faz o usuário querer a substância sempre mais. Com o tempo, o organismo passa a necessitar daquela substância, ocasionando, assim, a dependência e o consumo exagerado, que pode levar a doenças sérias no organismo.

Entre as doenças que podem acometer o fumante, podemos citar diversos tipos de câncer, tais como o de pulmão (um dos tipos mais letais), traqueia e brônquios, além de osteoporose, impotência sexual no homem, infertilidade na mulher, hipertensão, trombose, problemas na gestação, úlcera, entre outros. Estudos apontam ainda que um fumante apresenta 5 vezes mais chances de ter um infarto, 2 vezes mais chances de ter um derrame e 5 vezes mais chances de ter um enfisema pulmonar. Vale citar ainda que o fumante passivo também apresenta grandes chances de desenvolver os problemas relacionados com o fumo. Apesar de o fumo causar dependência, é possível, sim, parar de fumar. No Sistema Único de Saúde (SUS), existe tratamento com uma abordagem cognitivo-comportamental, auxiliando o fumante a desenvolver formas de parar e permanecer sem o fumo. Algumas vezes, no entanto, são necessários medicamentos, os quais também são disponibilizados pelo SUS. Com força de vontade, é possível superar esse vício! ***___ Vanessa Sardinha dos Santos     




fonte: Vanessa Sardinha dos Santos



JBA AREEIRA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
 Trabalhando na nova coleção para exposição 2018 na Austrália, o artista plástico Sebastião Mendes. A exposição acontecerá em Sidney com a curadoria da marchand Sandra Setti. Talento sabemos que tem de sobra, só nos resta desejar muito mais sucessos.    O click de hoje vai para a gatinha Eloah Valentina, que encanta com seu jeitinho sapeca de ser. Beijinhos!!! Em festa ontem Joaquim Sodré marcou mais um golaço no placar da vida e recebeu o carinho especial dos amigos e familiares. Que Deus lhe conceda um ano de realizações e muita saúde.  Parabéns pra você!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados