Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI
Os males do Tabagismo
Data:29/08/2017 - Hora:07h13

Neste dia 29 de agosto, é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo, data que nos leva a refletir a respeito dos riscos do tabagismo para a sociedade como um todo. Espera-se nesse dia conscientizar sobre os riscos causados pelo fumo e explicar à população que é possível, sim, largar esse vício. Sabe-se que aproximadamente 200 mil pessoas morrem no Brasil anualmente em decorrência de doenças provocadas pelo tabagismo. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o tabaco mata mais que doenças como malária, AIDS e tuberculose juntas. O que mais preocupa é que, na maioria dos casos, o fumante conhece os malefícios, mas não possui a intenção de parar o uso.

O fumo causa muitos danos à saúde humana, principalmente no que diz respeito ao sistema respiratório. Ao utilizar cigarro, charuto, cachimbo e outros derivados do tabaco, estamos colocando no nosso organismo mais de 4.000 substâncias tóxicas, incluindo nicotina, monóxido de carbono e alcatrão. A nicotina é a substância que causa dependência química. Ela causa sensações agradáveis no corpo, o que faz o usuário querer a substância sempre mais. Com o tempo, o organismo passa a necessitar daquela substância, ocasionando, assim, a dependência e o consumo exagerado, que pode levar a doenças sérias no organismo.

Entre as doenças que podem acometer o fumante, podemos citar diversos tipos de câncer, tais como o de pulmão (um dos tipos mais letais), traqueia e brônquios, além de osteoporose, impotência sexual no homem, infertilidade na mulher, hipertensão, trombose, problemas na gestação, úlcera, entre outros. Estudos apontam ainda que um fumante apresenta 5 vezes mais chances de ter um infarto, 2 vezes mais chances de ter um derrame e 5 vezes mais chances de ter um enfisema pulmonar. Vale citar ainda que o fumante passivo também apresenta grandes chances de desenvolver os problemas relacionados com o fumo. Apesar de o fumo causar dependência, é possível, sim, parar de fumar. No Sistema Único de Saúde (SUS), existe tratamento com uma abordagem cognitivo-comportamental, auxiliando o fumante a desenvolver formas de parar e permanecer sem o fumo. Algumas vezes, no entanto, são necessários medicamentos, os quais também são disponibilizados pelo SUS. Com força de vontade, é possível superar esse vício! ***___ Vanessa Sardinha dos Santos     




fonte: Vanessa Sardinha dos Santos



JBA anuncie aqui AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
Brinde especial a nossa leitora assídua Cibeli Simões que festejou data nova no domingo e recebeu o carinho especial dos familiares, amigos e colegas da OAB. Que seus sonhos se tornem realidade e que esse ano seja repleto de alegrias, saúde, vitórias. Parabéns!!! No rol dos aniversariantes o competente delegado Alex Cuyabano a quem enviamos os votos de felicidades, rogando ao Criador infinitas bênçãos nesse novo ano de vida que se inicia. Muitas felicidades pra você Kelly Prado. Que todos os seus sonhos e metas sejam alcançados, sem esquecer do mais importante, que você seja muito, mas muito feliz.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados