Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
O Desafio de ser Pai
Data:12/08/2017 - Hora:09h26
O Desafio de ser Pai
Reprodução Web

Hoje assim como anualmente, todo segundo domingo do mês de agosto, registra o calendário, o Dia dos Pais, mais uma daquelas datas criadas em sua maioria pelos chefes do consumismo, cuja ganância de lucros, chega a distorcer os motivos específicos da comemoração. Pois bem, para amanhã, domingão, 13 de agosto, abrimos um parêntese do rufar de tambores no quengo dos malditos políticos, para dedicar o espaço diário aos heróis de todos os dias, os Pais. Como dizia o saudoso imortal Vinicius de Moraes, “filhos, melhor não tê-los, mas se não tê-los, como sabê-los? É por aí, amigos, quem teve a glória divina de ser pai, (felizmente este editor é um deles) sabe muito bem, a importância dessa missão legada pelo Criador aos homens em sua passagem terrena. Quem chegou nos entas no novo século, sobretudo, os 60tões, sabe não ser tarefa das mais fáceis criar filhos nesses tempos modernos, cercados de alta tecnologia e profundas mudanças de comportamento. Em nossos tempos de anos 60 e 70 do século XX, o Pai era o chefe da família, naqueles idos, existia a família com Éfe maiúsculo, a educação se dividia no tripé: lar, escola e igreja, o oposto dos tempos atuais. Com a educação falida, a maioria das religiões (não confundir com igreja) midiáticas cifrônicas e os lares em grande parte desestruturados, ser Pai na essência de Cabecel, tem sido mais que um desafio, uma guerra desigual com os aberratios do cotidiano. Felizardos, aqueles que conseguem blindar suas crias dos assédios das ruas, (drogas, prostituição, furtos, etc.) e da massificação cibernética, cujo extremo pariu uma baleia azul. Se ousa a queixar-se dos modernismos nefastos, os pais são taxados de cafonas, antiquados, chatos e os cambaus, tipo, o coroa tá por fora e coisas do gênero. E pensar que ser num passado nem tão remoto assim, ser criança era brincar na rua sem o pesadelo de uma bala perdida, freqüentar a escola, um prazer salutar, o almoço e o jantar, um trivial cotidiano  preparados pela mãe, assistir televisão, apenas apertar o botão e usufruir da sadia programação, pois é, como a vida e o mundo mudaram, e pra pior, amigos. Nem vamos perder tempo pra adentrar o fétido mundo político tupiniquim,sobretudo em respeito à data e seus homenageados, nós, os Pais, que merecem embora muitos não usufruam, do respeito dos filhos. Como de praxe, didaticamente, registramos que no Brasil, o Dia dos Pais, comemorado no segundo domingo de agosto, diverge dos Estados Unidos e várias outras nações, onde a data é comemorada no terceiro domingo de junho. Na Gentil Pátria Amada Brasil, o nosso dia especial, foi criado pelo publicitário Sylvio Bhering, cujo objetivo social e comercial, tentou associar a data ao dia de São Joaquim, pai de Maria, mãe de Jesus Cristo, que é comemorado em 16 de agosto, no calendário litúrgico da Igreja Católica, já que a população brasileira era predominantemente constituída de católicos. No entanto, nos anos seguintes, a data também foi deslocada para um domingo, o segundo domingo do mês de agosto e assim permanece até hoje. Didáticas a parte, nosso abraço respeitoso hoje e sempre à todos os pais, de Cáceres, Mato Grosso e do Brasil, Bom Dia!




fonte: Da Redação



JBA AREEIRA anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Pessoas especiais merecem dias especiais. E você sempre merecerá o melhor. Feliz Aniversário meu amigo Edson Flávio. Que a alegria acompanhe você por todos os momentos e que Deus continue guiando todos os seus passos e iluminando cada vez mais os seus pensamentos. Grande beijo com votos de felicidades. Festejou data nova ontem a querida Neli Paradela. Receba nosso carinho mais que especial e votos de que a felicidade seja uma constante em sua vida.  Uma excelente quarta-feira a nossa leitora de tantos anos Mari Fidelis, que todas as manhãs acompanha nosso matutino. Muito bom tê-la em nosso rol de leitores.  Grande beijo e obrigada por sempre reconhecer nosso trabalho.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados