Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Delação de Silval liga Blairo em esquemas de precatórios
Data:05/08/2017 - Hora:08h32
Delação de Silval liga Blairo  em esquemas de precatórios
Reprodução

Deu na Folha de São Paulo, que o ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB) em acordo de delação premiada, relatou que o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), participou da montagem de um esquema para liberar dinheiro de precatórios (dívidas decorrentes de sentenças judiciais) em troca do apoio de parlamentares do Estado. O fato, de acordo com o delator, teria acontecido ao fim da gestão de Maggi como governador do Estado (2003-2010).

Além do ministro do governo Temer, os senadores do Estado Wellington Fagundes (PR) e Cidinho Santos (PR), suplente de Maggi, também são alvos da delação. Os dois, de acordo com Barbosa, teriam se beneficiado de recursos ilícitos. O ex-governador também relata fatos envolvendo pelo menos três deputados federais com mandatos, além de repasses a conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. Barbosa relatou ainda pagamento de um "mensalinho" para deputados estaduais que atuaram na sua gestão para lhe garantir apoio. Como evidência, forneceu vídeos dos parlamentares estaduais recebendo dinheiro em espécie. Envolvidos no acordo afirmaram à reportagem da Folha, que os valores giravam em torno de R$ 80 mil.

Barbosa mencionou em sua delação uma suposta tentativa de Maggi de obstruir a Justiça em relação à operação Ararath, apelidada de Lava Jato pantaneira e deflagrada em 2010 para investigar o pagamento de precatórios.

O tema, segundo apurou a Folha, também foi abordado por outro delator do caso, o ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembléia Legislativa de Mato Grosso José Geraldo Riva.

Silval governou Mato Grosso de 2010 a 2014 e foi preso em 2015 na operação Sodoma, que investiga crimes de fraudes na concessão de incentivos fiscais do Estado. Desde junho, porém, está em prisão domiciliar. No acordo assinado com a PGR, Barbosa recebeu uma multa de R$ 80 milhões.

Blairo Maggi afirmou à Folha, por meio de sua assessoria, que jamais usou "de meios ilícitos" na relação com deputados de Mato Grosso e que, quando tiver acesso à delação de Silval Barbosa, vai se utilizar "de todos os meios legais necessários para se defender".




fonte: Folha com Redação



AREEIRA anuncie JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Nosso destaque ao mais novo estagiário do Escritório de Advocacia  Simões Santos & Nascimento, Victor Luiz Martins de Almeida que passa a integrar essa competente equipe. Que essa etapa seja plena de sucessos. Destaque VIP de hoje para o empresário Amarildo Merotti, que ao lado do filho André estão participando da aventura offroads Transamazônica 2018. Como André postou em sua rede social, a realização de um sonho com a melhor companhia. Grande abraço e que Deus conserve essa união entre vocês. Com ligeiro atraso, mas em tempo felicitamos o competente Claudionor Duarte Correa pela passagem do seu aniversário, transcorrido no domingo. Que Deus lhe conceda muitas conquistas e que seus sonhos se concretizem.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados