Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Pecuaristas de MT tem até hoje para comunicar vacina contra febre aftosa
Data:14/06/2017 - Hora:07h41
Pecuaristas de MT tem até  hoje para comunicar vacina contra febre aftosa
Ilustrativa

 Encerra nesta quarta-feira (14) o prazo para comunicação sobre a vacinação contra febre aftosa e para a atualização do estoque de animais ao Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT).

O pecuarista que não comunicar a vacina fica impossibilitado de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) por um período mínimo de 30 dias.

A primeira etapa da vacinação contra febre aftosa foi realizada em maio e pela primeira vez voltada para todo o rebanho, de mamando a caducando, no primeiro semestre do ano. Com a mobilização para a vacinação, os pecuaristas foram convocados para atualizar sobre o número de animais na propriedade, evitando multas por divergências entre os dados cadastrados e volume atual do rebanho.

As duas informações, sobre a vacina e atualização do rebanho, são fundamentais para os trabalhos técnicos para manutenção do status sanitário do Estado, de livre de aftosa com vacinação.

O presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Marco Túlio Duarte Soares, afirma que há anos os produtores do Estado têm demonstrado comprometimento com as questões sanitárias. “Mato Grosso tem portas abertas nos principais países consumidores de proteína vermelha pela qualidade de seu produto e pela sanidade de seu rebanho. Por isso é tão importante vacinar e comunicar às autoridades competentes para manutenção do mercado”.

A comunicação da vacina e atualização do rebanho é comprovada por meio da apresentação das notas fiscais nos postos do Indea. Todos os municípios do Estado possuem unidades para emissão de guia e comunicação de vacina e funcionam de 7h30 às 11h30 e de 13h30 às 17h30.

De acordo com a Lei 10.486, que dispõe sobre a Defesa Sanitária Animal no Estado de Mato Grosso, está isento de sofrer sanção o produtor que atualizar o cadastro sobre animais vivos efetiva do estabelecimento rural dentro do prazo. A partir da segunda etapa, em novembro, haverá aplicação de multa para casos de divergência no valor equivalente a 1,5 Unidade Padrão Fiscal (UPF), por bovino ou bubalino.




fonte: Assessoria



LAB. LIDER anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Abrilhantando nossa social com seu sorriso e encanto a pequena Cecília Tavares Bodoni, em momentos de diversão no CIC, onde com amiguinhos além de aprender curte a infância com um toque especial. Beijinhos. Flores multicoloridas a elegante Adriana Maciel Mendes Merotti que está sempre presente na vida da sobrinha e afilhada Maisa, cumprindo a bela missão de madrinha que significa segunda mãe. É muito amor envolvido. Parabenizamos o querido Celso Victoriano que recebeu na manhã de segunda-feira em solenidade realizada pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos o certificado de Mediador Judicial ao lado de 181 colegas. Em Mato Grosso, a atividade profissional de mediador é regulamentada pela  Lei nº 10.555. Sucessos!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados