Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 17 de Junho de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Inferno nas Torres
Data:19/1/2017 - Hora:14h12
Inferno nas Torres
Reprodução Web

Se alguma duvida havia, podem rasgar o pano do purgatório e abrir as portas do inferno, porque a geração satânica está presente em pleno século XXI, espalhando o terror. Previsão apocalíptica nos leva a esta conclusão, após o que assistimos estarrecidos esta semana nas redes sociais, em post’s da tal Família do Norte (leia-se rebeliões com dezenas de mortos em Manaus e Roraima) recheados de cenas reais, de chocar os algozes do Estado Islâmico.

Sinceramente, leitores, nos clipes que milhares acessaram na internet, cenas de decapitação, banhos de sangue, cabeças decepadas a faca em câmara lenta, olhos vazados na ponta de punhais, pernas e braços amontoados, corpos estrebuchando às estocadas de chuchos nas costas, barriga, rostos desfigurados, cadáveres em poças de sangue, no picadeiro da morte, os pátios dos presídios.

Olha, em 15 anos como repórter policial em São Paulo na década de 90 do século XX, vimos o diabo, vitimas degoladas, mas nunca sendo, sempre pós, nunca entretanto, cenas como as postadas pelos demônios sanguinários das ultimas rebeliões; feras ditas humanas, matando semelhantes da matilha com extremos requintes de crueldade, prova cabal e irrefutável de irrecuperação dos facínoras em tela e que num país sério, seriam, assim como os malditos políticos corruptos, jogados no corredor da morte, a espera da pena capital.

Que nos escusem os ativistas otimistas dos Direitos Humanos, mas não podemos mencionar como reeducandos, assassinos frios, calculistas, premeditados e desprovidos do mínimo de humanidade. Afinal, os Humanos Direitos, não podem correr o risco de conviver algum dia com bandidos tão perigosos à solta, daí a urgência de reforma na lei de execuções penais. Como não somos radicais e abominamos a questão da Pena de Morte, sugerimos para estes tipos de condenados, a Prisão Perpétua, já que demonstrado está a irrecuperação deles.

E quando alinhamos os políticos corruptos no rol dos sanguinários assassinos do crime organizado, razão assiste, considerando-se as centenas de mortes decorrentes das nefastas ações, gestões e omissões mercê de desvios de verbas, malversações do erário público e propinas em obras, como rodovias de asfalto casca de ovo com acidentes fatais, pacientes morrendo pela falta de medicamentos, mão grande na merenda escolar, etc. Os políticos causadores destas desgraças são bandidos tão perigosos, frios e calculistas, como os sanguinários rebeldes assassinos das rebeliões supra mencionadas. A única diferença é que os primeiros estão encarcerados, atrás das grades e os outros, de Black-tie nos gabinetes, então,... que comprovadas as roubalheiras, dependendo das consequências, Prisão Perpétua prá cambada e Bom Dia!!!   




fonte: Da Redação



AREEIRA anuncie aqui anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
Destaque VIP de hoje endereçado as Musas da Pesca e do FIPe, Juliana Nicodemos Bruzon  e Elizandra Silva Maciel,  presença marcante durante o Festival desfilando a beleza, simpatia e charme da mulher pantaneira. Grande abraço e um excelente fim de semana.  Hoje as flores multicoloridas são dedicadas especialmente a aniversariante Maria Izabel Fernandes, pessoa querida que recebe os abraços dos seus colegas, amigos e familiares. Espero que tenha um dia especial e repleto de alegrias e uma vida de felicidade e sucesso. Que nunca lhe falte alegria, paz, amor e saúde. Tim tim!!! Ela arrasa e hoje recebe nossos aplausos pela profissional nota 1000 que é. Nosso reconhecimento a radialista Meire Maciel que foi a voz do FIPe 2018. Sucessos sempre!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados