Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 24 de Setembro de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
CANOPUS
Alencar pretende formar uma frente parlamentar e ir em busca de indústrias para se instalar em Cácer
Data:28/10/2016 - Hora:08h05
Alencar pretende formar uma frente parlamentar e ir em busca de indústrias para se instalar em Cácer
Assessoria

A Assessoria de Comunicação da Câmara de Cáceres dá sequência na série de entrevistas com os vereadores eleitos e reeleitos no último dia 02 de outubro. Em forma de perguntas e respostas, os entrevistados falam de como foram suas campanhas, eleições e como pretendem atuar como vereadores que irão compor a nova gestão do Legislativo Municipal.

Não há uma ordem para as entrevistas, que obedecem apenas às oportunidades em que vão sendo feitas.

O entrevistado de hoje é o empresário e vereador Alvasir Alencar, reeleito pela coligação PP-PMDB-PSB-DEM, com 747 votos.

Esta foi sétima participação de Alencar em disputa por uma vaga na Câmara de Cáceres. Ele confirma quatro derrotas e três vitórias, quando se prepara para o terceiro mandato consecutivo.

Alencar se elegeu pela primeira vez em 2008, após ter passado pelas secretarias de Ação Social, Agricultura e chefia de Gabinete do município.

Ascom* - Para iniciar, Alencar por Alencar...

Alencar – Bem, eu moro em Cáceres há 36 anos. Vim para o Exército e fiquei. Sempre militei na área religiosa, fui seminarista, faço um trabalho nas pastorais da igreja [Católica] e fui coordenador por três vezes da Catedral [São Luiz]. Estou no Rotary Club a 25 anos, onde fui presidente por duas vezes, o único a presidir por duas vezes. Sou sócio fundador da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), que também presidi por duas vezes. Ainda fui presidente também da Associação Comercial de Cáceres (ACEC). No governo de Túlio Fontes [prefeito], fui secretário de Agricultura e depois secretário de Gabinete. Na administração do Ricardo Henry [prefeito] fui coordenador de programas e projetos, quando ganhei o apelido de “Alencar das Casinhas”, por causa de um projeto que iniciou as primeiras casas populares, no bairro Nova Era, 100 casas no Junco, 280 casas no Grande Paraíso, 300 unidades no Guanabara, as casas do Jardim Aeroporto e essas 1.500 que estão em fase de entrega. Além disso, presto, há 15 anos, um trabalho voluntário ao Hospital O Bom Samaritano, destes, 13 anos na diretoria, uma bandeira que carrego com muito orgulho.

Ascom – Por toda essa trajetória e experiência, o senhor pretende mudar agora alguma coisa na forma de trabalhar como vereador?

Alencar – Com certeza. Tenho novos planos para os próximos quatro anos da nova gestão. Vou repensar a forma de condução dos trabalhos, pois devo ter falhado em algum momento e quero sanar os problemas. Vou trabalhar ainda mais por moradias populares e, para isso, já iniciei uma parceria com o deputado Ezequiel Fonseca. Vou lutar para elevar para quatro médicos o atendimento no Hospital O Bom Samaritano e transformar parte do Hospital em atendimento diário [clínica geral], para atender cerca de 30 pessoas, diariamente. Já estou trabalhando num projeto que vai criar um centro de zoonoses em Cáceres, para animais domésticos e rurais. Outro projeto que já estou trabalhando muito para ver realizado é com relação ao atendimento do nosso comércio. É preciso ver com carinho os trabalhadores, por isso penso que seria bom que o comércio cacerense encerrasse os expedientes de sábados ao meio dia. Vamos discutir com os comerciários, pois foram eles que me pediram para viabilizar essa medida. Todos merecem um descanso digno. Nada impede que haja um expediente maior, mas que tenha a remuneração justa.

Ascom – Na eleição de 2012, o senhor obteve 1.919 votos, agora 747. São 1.172 votos a menos. A que o senhor credita essa enorme diferença de votação?

Alencar – Eu deixei de contar na minha campanha com sete pessoas importantíssimas. Eram cabos eleitorais na minha campanha anterior, que nesta eleição foram candidatos também, fazendo a divisão de votos. No total, eles somaram quase dois mil votos. Um deles levou boa parcela dos votos da igreja Católica. Além disso há a vantagem do candidato novo, que leva de “lavada”, por ser novidade e quem está no mandato tem um desgaste natural. Por isso, a diminuição no número de votos desta eleição. Dos sete parceiros que tentaram a eleição, dois foram eleitos com votações expressivas. Se eu estivesse do lado Francis, talvez tivesse obtido uma melhor votação na área Central da cidade, mas correria o risco de ter menos votos nos bairros. Mas eu estou satisfeito, o sol brilha para todos. Quero então, parabenizar o Gerônimo e o Elias, que também foram eleitos. Que eles tenham um profícuo mandato.

Ascom – Como deverá ser sua relação com o prefeito

Alencar – Eu acredito que ele fez uma gestão bastante equilibrada no primeiro mandato. Quero crer que assim vai continuar. Só gostaria que ele tivesse um pouco de piedade do nosso povo sofrido, que paga muitos impostos. Vou cobrar para seja mais ponderado, mais maleável. O município possui muitas famílias paupérrimas que não têm o que comer e estão [a Prefeitura] colocando seus imóveis em leilão para pagamento do IPTU. Então, eles precisam rever esses conceitos. Vamos discutir na Câmara a taxa de lixo as multas de Trânsito. Vamos pedir ao prefeito que tenha mais clemência com o povo.

Ascom – Como analisa a nova formação da Câmara.

Alencar – Bastante eclética e atípica. De intelectual a outros de menos conhecimentos acadêmicos. Muitas vezes, a humildade se sobrepõe na inteligência, pois esta vem de Deus. É uma formação com representantes de vários segmentos da sociedade e deverá ser aguerrida, muito atuante. Juntos, iremos em busca de melhoras, pois Cáceres está perdendo gente que está indo embora por falta de oportunidade de trabalho. Eu calculo que temos hoje na cidade cerca de 10 mil pessoas desempregadas. Isso é desesperador. Há ainda 10 mil pessoas recebendo o Bolsa Família, isso não é vantagem, não é mérito nosso, é desvantagem. Então, estou formando já um bloco de parlamentares para ir em busca de solução. Iremos, por exemplo, em Anápolis [Goiás], onde há cerca de 2.500 indústrias, para trazer empresários a fim de conhecer o potencial de Cáceres. Tenho certeza de que o prefeito irá gostar desta ideia. Só assim manteremos nossos filhos aqui. Serão 15 cabeças pensando, cada uma com suas ideias. Vamos precisar de um prefeito que atenda aos pedidos, as demandas [dos vereadores], ou que pelo menos tente, na medida do possível. Só assim é possível o vereador ter um bom mandato.

Ascom – Falando em grupo, o senhor é candidato à presidente da Casa?

Alencar – A eleição da Mesa Diretora é a eleição mais difícil que existe. Eu seria pretencioso em dizer que quero ser presidente. Querer, todos querem. Eu tive experiências muito amargas na presidência desta Casa, pois a Câmara não estava bem estruturada. Eu iniciei um trabalho de reestruturação e o Marcinho está terminando. Hoje, a Câmara está “redonda” e está mais fácil. É preciso haver um consenso, sem barganha. Também não pode haver interferência do prefeito, a Câmara é um poder independente. Creio que ele não irá interferir. Nós, os 15 vereadores, é que iremos decidir a presidência. Se me derem a oportunidade novamente, eu quero ser presidente. O ideal é que seja alguém de experiência, com maturidade.

Ascom – Algo em especial para destacar?

Alencar – Quero agradecer a população que mais uma vez me confiou uma cadeira na Câmara. A todos os cacerenses, nascidos ou de coração, muito obrigado.

*Ascom é Assessoria de Comunicação da Câmara 




fonte: Assessoria



JBA LAB. LIDER anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
social dia 23 e 24 setembro RM Rosane Michelis     Responder| Ontem, 15:00 Corel Particular (corelparticular@hotmail.com)      4 anexos (371 KB)  Baixar tudo  Salvar tudo no OneDrive - Pessoal A família é o amor que plantamos em solo fértil, com raiz forte e que cultivamos e cuidamos constantemente, para que brotem belas flores e bons frutos. Hoje enviamos o abraço especial a família do nosso leitor assíduo Dr. Rodrigo Perez. Que Deus conserve sempre a união, harmonia e o amor. Com muita festa e alegria os futuros papais Wellyngton Maciel e Darlene Oliveira, receberam os amigos e familiares pela ocasião do Chá de Bebê do Samuel. Tudo lindo e perfeito, agora é só aguardar o grande dia do seu nascimento. Felicidades aos papais. Votos de felicidades e muitos anos de vida ao jovem Pedro Henrique, que trocou de idade e recebeu o carinho especial dos familiares e amigos. Sucessos mil!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados