Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 24 de Setembro de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
CANOPUS
FAQs da Libertadores: o que você precisa saber sobre as novas regras
Data:04/10/2016 - Hora:08h56
FAQs da Libertadores: o que você precisa saber sobre as novas regras
AP/Dolores Ochos

Com duas vagas a mais para a Libertadores, o futebol brasileiro viu um novo cenário se desenhar da noite para o dia. A zona de classificação no Brasileiro engordou, e muitas perguntas surgiram: G-6? G-7? G-8? G-9? É hora de tirar todas as dúvidas sobre o tema com o FAQs do GloboEsporte.com (para você que não está muito acostumado ao termo, é um acrônimo da expressão em inglês "Frequently Asked Questions", que pode ser traduzida como "Perguntas Mais Frequentes"). Então vamos a elas, e você pode deixar sua opinião nos comentários.

Quantas vagas o Brasil passa a ter na Libertadores?

Sete times brasileiros passam a ter o direito de disputar o torneio a partir da próxima edição.

Como serão definidas essas vagas?

Classificam-se o campeão da Copa do Brasil e os seis primeiros do Campeonato Brasileiro. Se o campeão da Copa do Brasil estiver entre os seis primeiros da Série A, o G-6 vira G-7, e o sétimo colocado do Brasileirão também entra na Libertadores.

Quais outros países também se beneficiaram com a mudança?

Chile, Colômbia e Argentina ganharam uma vaga cada. Os argentinos passam a ter seis equipes na competição. Chilenos e colombianos vão ter quatro times. Bolívia, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela seguem com três cada.

Quais times ainda estão na disputa por título da Copa do Brasil?

Atlético-MG, Juventude, Santos, Internacional, Grêmio, Palmeiras, Corinthians e Cruzeiro (confira a tabela).

Se um brasileiro for campeão da Sul-Americana, o país terá oito times na Libertadores?

Sim. A partir do ano que vem, a Copa Sul-Americana não vai mais tirar uma vaga do país campeão. Se Coritiba ou Chapecoense conquistar o título, o G-6 do Brasileirão permanece e pode até virar G-7 ou G-8, caso os vencedores da Sul-Americana e da Copa do Brasil terminem o Brasileiro até a sexta posição. A partir de 2018, o Brasil poderá ter até nove representantes na Libertadores se os campeões das duas competições continentais ficarem entre os seis primeiros do Brasileirão.

Quantos clubes ao todo disputarão a Taça Libertadores e a Copa Sul-Americana?

A Libertadores será disputada por 44 clubes, enquanto a Sul-Americana terá 54 equipes.

Dos brasileiros classificados para a Libertadores, quantos entram direto na fase de grupos?

Garantem vaga direto na fase de grupos o campeão da Copa do Brasil, além do primeiro, segundo e terceiro colocados no Brasileiro. Os demais - quarto, quinto e sexto - disputam a chamada pré-Libertadores. Lembrando que o número de clubes (32) e o formato de disputa da fase de grupos da Libertadores permanecem os mesmos.

Como será a disputa da pré-Libertadores?

Antes da fase de grupos, a Libertadores terá duas fases preliminares. Na primeira, 16 clubes serão divididos em oito duelos com partidas de ida e volta. Os oito classificados disputam um novo mata-mata, que definirá os quatro times que vão disputar a fase de grupos. Estas equipes se  juntarão aos 26 classificados de forma direta, além do atual campeão da Libertadores (o Atlético Nacional-COL) e o campeão da Sul-Americana, totalizando 32 times em oito grupos de quatro.

Como será o critério de classificação para a Sul-Americana?

O Brasil terá seis vagas fixas na Copa Sul-Americana, mas a CBF ainda não divulgou os critérios de classificação. O certo é que 10 dos 16 clubes eliminados na fase de grupos da Libertadores - os oito terceiros colocados e os dois melhores quartos - ganharão um lugar na fase de grupos da Sul-Americana. A competição será disputada de março a dezembro.

Quais times mais se beneficiam com a mudança? Quem estava fora da briga e agora passou a sonhar?

Fluminense (46 pontos) e Atlético-PR (42), atuais quinto e sexto colocados, são a princípio os maiores beneficiados com as mudanças. No entanto, com a possibilidade de o G-6 virar até G-8, caso os campeões da Sul-Americana e da Copa do Brasil terminem entre os seis primeiros do Brasileiro, outras equipes ainda podem sonhar com uma vaga na Libertadores. É o caso de Corinthians (41), Botafogo (41), Grêmio (40), Ponte Preta (39), Chapecoense (38), Vitória (35) e São Paulo (35). Ou seja, do quinto ao 13º colocado, a disputa segue aberta.

Competições regionais como a Copa do Nordeste ou a Primeira Liga pode dar vaga para a Taça Libertadores?

Não. Apenas competições nacionais garantem vaga na Taça Libertadores.

Qual será o período de disputa da próxima Libertadores?

A edição 2017 vai de fevereiro a novembro, com 42 semanas de duração (a edição deste ano teve 27 semanas).

A final será em jogo único?

Esta mudança ainda está sendo estudada pela Conmebol.




fonte: Globo Esporte



anuncie anuncie aqui AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
social dia 23 e 24 setembro RM Rosane Michelis     Responder| Ontem, 15:00 Corel Particular (corelparticular@hotmail.com)      4 anexos (371 KB)  Baixar tudo  Salvar tudo no OneDrive - Pessoal A família é o amor que plantamos em solo fértil, com raiz forte e que cultivamos e cuidamos constantemente, para que brotem belas flores e bons frutos. Hoje enviamos o abraço especial a família do nosso leitor assíduo Dr. Rodrigo Perez. Que Deus conserve sempre a união, harmonia e o amor. Com muita festa e alegria os futuros papais Wellyngton Maciel e Darlene Oliveira, receberam os amigos e familiares pela ocasião do Chá de Bebê do Samuel. Tudo lindo e perfeito, agora é só aguardar o grande dia do seu nascimento. Felicidades aos papais. Votos de felicidades e muitos anos de vida ao jovem Pedro Henrique, que trocou de idade e recebeu o carinho especial dos familiares e amigos. Sucessos mil!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados