Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 22 de Junho de 2017
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Em jogo de poucas chances, Luverdense vence Brasil de Pelotas e sobe na tabela
Data:15/09/2016 - Hora:09h02

Foi um jogo com poucas chances, muita marcação e gol quase no fim. O Luverdense venceu o Brasil de Pelotas por 1 a 0, com gol de Douglas Baggio que saiu do banco de reservas para marcar a única bola na rede do jogo disputado nesta terça-feira, no estádio Passo das Emas, pela 25ª rodada da Série B. Na base da insistência, o Verdão do Norte conseguiu mais efetivo e se afastou da zona de rebaixamento. Brasil de Pelotas volta sem pontos, mas segue entre os quatro primeiros colocados.

DECISIVO - Douglas Baggio entrou em campo aos 28 minutos na vaga de Rafael Silva. Apenas quatro minutos depois, apareceu bem na área para marcar de cabeça o gol da vitória. Foi seu primeiro lance na partida.

COMO FICA? O Verdão do Norte sobe duas posições e chega à 11ª posição, com 34 pontos. Mesmo com o revés, os gaúchos se mantêm na terceira colocação, com 40 pontos, dois à frente do quinto lugar.

PRÓXIMA RODADA - Na sexta-feira, o Luverdense vai a Goiânia enfrentar o Vila Nova, às 20h30. Na mesma data, o Xavante recebe o Criciúma, em Pelotas, às 19h15, após dois jogos seguidos fora de casa.

PRIMEIRO TEMPO - A primeira chance da partida, sob calor de 30ºC no Mato Grosso, foi do Brasil. Aos dois minutos, Marlon arriscou de fora da área e mandou por cima do gol de Diogo Silva. Então, os donos da casa passaram a controlar as investidas, a maioria delas pelos lados. Aos 14, Alfredo recebeu, girou e acabou prensado pelo goleiro Eduardo Martini na hora de finalizar. Aos 24, Alfredo fez a parede para Hugo finalizar de longe, à direita da meta. Na sequência, foi a vez de Sérgio mota arriscar um chute forte, mas sem perigo. Aos 32, Raul Prata fez boa jogada pela direita e cruzou para Alfredo, que não conseguiu a bola para cabecear.

SEGUNDO TEMPO - Sérgio Mota teve a chance aos dois minutos e não conseguir completar cruzamento da esquerda. Felipe Garcia respondeu aos cinco, com chute prensado na área do Verdão. Mas os donos da casa tanto bateram que furaram o bloqueio xavante. Aos 31, Hugo escapou pela direita e cruzou na medida para Douglas Baggio cabecear sem chances para Martini. O atacante recém havia entrado na partida. O Brasil acordou nos minutos seguintes e teve chances de empatar com Felipe Garcia, de cabeça, e Marcão, em boa intervenção de Diogo Silva. Aos 40, Sérgio Mota saiu cara a cara com Eduardo Martini e, na pequena área, o goleiro do Brasil evitou o segundo gol do Luverdense. No minuto seguinte, Hugo marcou após rebote do arqueiro, mas ele estava em posição irregular.




fonte: Globo Esporte



anuncie LAB. LIDER anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
Um click para a gatinha Nicole Brumati Rodrigues Soares, filha do casal Pedro e Rosimar, que encanta a todos com seu jeitinho sapeca de ser. Puro charme e simpatia. Beijinhos!!!!!! Parabenizamos toda a equipe da Prefeitura Municipal de Cáceres, através da SICMATUR que não mediram esforços para que mais um ano o Festival de Pesca fosse sucesso total. Organização, entretenimento, atrações e show de pescaria foi o que se viu durante os cinco dias de festa. Em nome do Prefeito Francis Maris, da Vice-Prefeita Eliene Liberato, do Secretário Junior Cezar Trindade e do guia turístico Claudionor Duarte, parabenizamos a todos que trabalharam direta ou indiretamente para o sucesso do FIPe. Nossos aplausos!!! Festejando data nova a simpática atendente do Laboratório Líder, Vanderleia Rodrigues, a quem desejamos muita saúde e prosperidades. Que Deus lhe conceda muitas vitórias nesse novo ano de vida.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados